Aparelhos em stand-by é desperdício de energia, alerta EDP

A conta da eletricidade pode estar alta, mas o cidadão nem sempre se dá conta dos principais vilões do desperdício. A EDP alerta que eletroeletrônicos deixados no modo stand-by (em que são desligados temporariamente, porém, continuam recebendo energia) é um costume muito comum, mas que pode ter um impacto significativo na conta.

Para orientar os consumidores e evitar esse tipo de desperdício, a concessionária de energia ressalta que os aparelhos em modo de espera representam até 12% do total de consumo. Segundo a EDP, moradores de um imóvel com um consumo de energia de 100 kWh, por exemplo, passariam para 88 kWh caso desligassem TVs, micro-ondas e aparelhos com serviços de canais a cabo e internet por meio do botão. A redução pode variar de acordo com a classe de consumo.

A recomendação é que se retome o velho hábito de levantar da cama e do sofá para desligar e religar os equipamentos. “Alguns eletroeletrônicos, como o micro-ondas, não têm outra opção de desligamento que não seja a de stand-by. Neste caso, a dica é retirar todos eles da tomada. Se a família vai viajar, o ideal é desligar a chave geral”, afirma Marcos Scarpa, relações institucionais da EDP.

Segundo Scarpa, o consumo do micro-ondas não é alto em relação aos demais eletrodomésticos, mas, se ele for desligado todos os dias, haverá uma diferença no fim do mês”. Já os computadores têm a opção “suspender”, que gasta menos energia, porém, se o consumidor pretende ficar por mais de uma hora sem usar o aparelho, o mais eficiente é desligá-lo.

Dicas para economizar energia

Ar-condicionado

* Desligue o aparelho quando o ambiente estiver desocupado;

* Mantenha janelas e portas fechadas quando o ar-condicionado estiver funcionando;

* Evite o calor do sol no ambiente, fechando cortinas e persianas ou colocando películas nos vidros;

* Não tape a saída de ar do aparelho e mantenha os filtros limpos;

* Proteja a parte externa do ar-condicionado da incidência do sol, sem bloquear as grades de ventilação.

Iluminação

* Evite acender lâmpadas durante o dia. Use melhor a luz do sol, abrindo bem janelas, cortinas e persianas;

* Apague as lâmpadas dos ambientes desocupados ou, se possível, instale um sensor de presença;

* Teto e paredes internas pintados com cores claras refletem melhor a luz, diminuindo a necessidade de iluminação artificial;

* As lâmpadas fluorescentes são mais eficientes que as lâmpadas incandescentes.

Computador

* Sempre que você der uma pausa no seu trabalho, desligue o monitor de vídeo. Ele é responsável por 70% do consumo de energia. Se puder, configure-o para desligar automaticamente após alguns minutos sem utilização.

* Nas pausas mais prolongadas, desligue totalmente o aparelho, inclusive o estabilizador;

* Não deixe monitor, impressora, caixa de som, estabilizador e outros acessórios do computador ligados sem necessidade.

Selo de economia

* A maioria dos eletrodomésticos, como geladeiras, freezers, aparelhos de ar-condicionado, ventilador, máquina de lavar e lâmpadas, tem consumo medido por laboratórios. Aqueles que consomem menos energia ganham o Selo Procel;

* Considere substituir os equipamentos antigos por novos com o Selo Procel. Uma geladeira com mais de 15 anos, por exemplo, pode consumir o dobro de uma nova com o selo.

Tomadas e fios

* Tomadas quentes são sinônimo de desperdício, por isso, evite o uso de benjamins para ligar mais de um aparelho na mesma tomada;

* Use fios de espessura adequada. Na hora de fazer a instalação, consulte sempre um técnico especializado;

* Emendas malfeitas ou com fios de espessuras diferentes causam perda de energia.

 

Fonte: Agora Vale – 08.02.2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *